quarta-feira, 15 de junho de 2011

Mulher com duas vaginas....


Ontem ao ver um programa da Tyra Banks sobre doenças raras, deparei-me com a história de Lauren Williams que nasceu com duas vaginas. Esta parecia ser uma história isolada, porém depois de Lauren dar a cara e expor o seu problema, descobriu-se que esta é uma "doença" comum a muitas mulheres, que só após verem o programa foram capazes de quebrar as amarras deste sofrimento que há muito escondiam. 
Muitas delas referiram desconhecer que tinham tal problema até ver a entrevista de Lauren. Sentiam-se diferentes, mas nunca questionaram a razão. 

Lauren Williams só aos 25 anos, quando recorreu ao médico por achar que algo não estava bem no seu corpo (tinha período menstruais de 21 dias e muitas dores durante a relação sexual) é que descobriu que tinha duas vaginas, dois cérvices e dois úteros.
Quando questionada sobre se nunca se tinha olhado ou se os seus namorado nunca tinham comentado nada, ela respondeu que não.
Actualmente com 28 anos, Lauren já foi operada e removeu a barreira que existia entre as duas vaginas. Descobriu aquando a cirurgia que a sua vagina só tinha metade do tamanho normal, por isso lhe doía quando tinha relações sexuais. 
Relativamente aos restantes órgãos reprodutivos não haverá problema, pois quando Lauren decidir ter filhos, o útero utilizado para fecundação empurrará o outro útero. Contudo, enquanto estiver grávida, Lauren terá que utilizar preservativos para não fecundar um possível óvulo no outro útero disponível.

Estão a ver... aqui a célebre frase "em cima de um, não se pode fazer outro" não pode ser aplicada. lol

Enfim... mas na realidade o que me "choca" aqui, é o facto destas mulheres não terem conhecimento do seu corpo, logo da sua diferença, isto é, não saberem que tinham um problema.... Será que os pais não se aperceberam quando elas eram pequeninas? Será que estas mulheres nunca espreitaram lá para "baixo"? lol Será que nunca se tocaram? E os companheiros... também nunca se aperceberam de nada? 
Uma coisa era não haver qualquer abertura visível, mas muitas delas tinham duas aberturas.... 

Para concluir, estas situações só demonstram o quanto o tema sexo e todos os seus envolventes ainda continuam a ser um tabu na sociedade... É triste que em pleno séc XXI, muitas mulheres nunca se tenham tocado ou olhado e que pensem que fazem xixi pelo mesmo orifício que tem relações sexuais, ou que ainda simulem orgasmos e se recusem a falar disso com os seus companheiros....

É realmente uma pena que não se explore um tema tão interessante e tão fundamental no bem-estar do indivíduo.

2 comentários:

*C*inderela disse...

já tinha visto esse programa e fiquei um pouco arrepiada :S
é mesmo fora do vulgar.

Daniela disse...

Chocada! com tudo...